THIAGO DE FREITAS

Meu nome é Thiago de Freitas e eu estou muito feliz que você está aqui, porque nós somos muito parecidos, você e eu. Nós dois estamos tentando fazer uma vida que amamos com o que fazemos.

Isso significa que nenhum de nós podemos evitar um temido … conceito de auto-promoção. Como proprietário de uma pequena empresa, eu aposto que você sabe em primeira mão o quão estressante e complicado o marketing de si e/ou da sua empresa pode ser.

Bom, agora não é mais. Eu crio treinamentos educacionais no estilo passo-a-passo para que você possa obter mais resultados divulgando você mesmo ou a sua empresa na internet ou fora dela. Obtendo mais tráfego, mais leads e mais vendas por menos estresse e #mimimi zero.

O Marketing hoje é um negócio de pessoas, e eu sou uma pessoa como você. Continue lendo para saber como eu cheguei aqui, onde estou indo, e onde posso levá-lo.

Eu sou Thiago e eu amo o que faço. (E Churrasco. E “um bom sambinha” Shhh!)

Eu cresci em um lar onde o empreendedorismo era evidente, meu pai ingressava na empresa recém formada da familia, junto ao meu tio e avô e minha mãe, depois de abrir e fechar uma lojinha de magazine resolveu prestar concurso público e ate hoje trabalha para o Governo do Estado de São Paulo. A lição número um que meu pai me ensinou era encontrar uma maneira, de qualquer forma, para se tornar o meu próprio patrão.

Porque quando você é seu próprio patrão, você é livre e ninguém pode colocar uma tampa sobre o que você faz. Isso ficou gravado no meu cérebro e a partir do momento que eu era um adolescente já buscava maneiras de me transformar em um empreendedor (apesar de eu acreditar que isso é um talento nato).

Ele me disse que se eu encontrasse um trabalho que eu amava, tudo na minha vida iria encontrar um lugar. E hoje eu posso dizer honestamente que eu fiz as duas coisas: ser o meu próprio patrão e criar o trabalho que me anima para acordar de manhã. (E isso pode se explicar por que ir para o trabalho significa caminhar pelo corredor até o meu escritório em casa!)

Meu primeiro emprego, assim como a maioria dos empreendedores foi na empresa da familia, que nessa altura do campeonato já não era mais uma empresa formada por meu avô, tio e pai. Restava apenas o meu velho e formamos uma dupla imbatível, eu na época no auge dos meus 15 anos e ele assumindo todos os processos e mais trabalho de me ensinar cada passo. Mas brincadeiras a parte, foi assim que eu aprendi, literalmente na prática, como se relacionar com comerciantes experientes, pois atuava com vendas e me aperfeiçoava a cada novo cliente e a cada nova venda realizada, no que hoje, já entendo ser um B2B (Empresas para Empresas. Então com 15 anos eu já estava vendendo para empresários decadários ? Sim.

Eu não sabia muito sobre vendas mas havia a necessidade de vender o meu produto e ainda ajudar com que eles o revendesse para a roda girar. Eu não era nenhum expert em promoções de vendas, mas precisava aprender !

Depois de alguns anos, me sentia na necessidade de alçar voo sozinho e em apenas 4 anos passei por mais 5 empresas no ramo de marketing, telemarketing e instituições de ensino onde coletei um arsenal de estratégias que em paralelo a execução, estudava na faculdade, cursando o ensino superior em Comunicação Social – Publicidade e Propaganda.

Então eu decidi queimar os meus barcos pela PRIMEIRA VEZ.

Quatro anos de faculdade se passaram e já estava pronto para adentrar o mercado publicitário, ciente que estava, agora sim, no auge de um aprendiz e um estágio (não remunerado) em uma agência de renome me esperava (rsrsrsr). Nessa época eu trabalha em uma universidade de renome e além de um bom salário e uma bolsa de estudos, eu estava decidido a tomar um rumo e resolvi sair de lá, mesmo sem ter um emprego certo a vista ou algo planejado, afinal eu já tinha o conhecimento, agora bastava por na prática.

Mas, não foi bem assim que aconteceu…

Isso aconteceu no fim de 2009 e em meados de 2010 já não tinha mais esperanças, por mais que eu procurava emprego na área, que eu estudei e me dediquei tanto, não encontrava e os meus recursos financeiros estavam se esgotando, pois havia acabado de me casar e com aluguel, luz, água e despesas da casa não dava tempo para sonhar.

Consegui um emprego em uma empresa que se dizia “empresa de publicidade” mas na verdade se tratava de um guia online para lojas da região e o cargo, vendedor, não oferecia muitos benefícios, além de comissão de venda por anúncio vendido.

Como lhe disse, estava agora casado e precisava tirar o sustento da familia de algum lugar e o medo de errar denovo não permitia que eu tivesse a coragem de sair de lá e procurar algo melhor.

Até que um dia, ao atravessar uma avenida movimentada da Zona Leste de São Paulo, me deparei com uma situação de extremo perigo. Não calculei o tempo do farol e antes que terminasse a travessia um carro em alta velocidade passa a milimetros do meu corpo, trazendo um vento na camisa e um frio na minha barriga.

Eu parei, estático, ciente do perigo que havia corrido e na mesma hora adentrei em um bar e pedi um copo d’agua para o atendente. Naquele gole de água, além da tranquilidade que me estabeleceu, me veio uma reflexão importante.

– Se eu fosse atropelado poderia ter morrido, na melhor das hipóteses ficaria em uma cama, afastado até minha recuperação. Como nãoo sou sequer registrado, não tenho direito a auxilio doença, inss e essas coisas que todo funcionário tem, ou seja, estaria sem nenhum recurso e inválido até me recuperar.

Foi então que eu decidi queimar os meus barcos pela SEGUNDA VEZ.

Se for para correr todos esses riscos para ganhar uma comissão de 30%, eu corro os mesmos riscos pelos 100%!

Me restaram R$ 37,00 do último benefício social e com esse valor resolvi iniciar a minha empresa. Anunciei tudo que acumulei de conhecimento durante o tempo que trabalhei no comércio, o período de graduação na faculdade e os empregos temporários em um cartão de visita e um crachá improvisado com a foto 3×4 arrancada do Curriculum e a descrição Thiago de FreitasDiretor de Criação.

Assim eu criei a Agência TGO – Marketing Digital e passei a atender clientes de todo país via internet e desenvolvendo sites para essas empresas ajudei centenas delas a iniciarem sua presença online.

Mas logo percebi que eu não poderia prestar serviços de um a um e limitar o número de pequenas empresas que pudesse ajudar, por isso através desse site venho ajudando milhares de empresários e contribuindo para o crescimento de cada um deles através dos CURSOS e MATERIAIS GRATUITOS que ofereço.

Eu acredito que a mídia social é crucial para os negócios de hoje, mas eu não acredito que ele precisa ser estressante ou levar até horas de sua vida. Seriamente. Na verdade, por que você não cadastre-se aqui e tenha minhas atualizações de mídias sociais a cada semana a partir de agora, é uma grande ajuda:

E obrigado, obrigado, obrigado pela visita. VOCÊ é o meu negócio. E o meu negócio é ajudar o seu negócio a crescer e prosperar.
ass-thiago-de-freitas